As reformas franciscanas: entre mudar para permanecer e permanecer para mudar

Fernando Cesar Buttignol, João Miguel Teixeira de Godoy

Resumo


As demandas colocadas pelas mudanças de valores na sociedade, envolvendo a questão das mulheres, LGBTs, entre outras, apelam para uma tomada de posição da Igreja Católica como um todo, e não apenas para seus integrantes individualmente. Num ambiente em que a sociedade se abre ao futuro e ao diferente, as pessoas, bem como as instituições, ficam sujeitas à obrigação de ter que escolher entre as várias possibilidades de ser, de pensar e de fazer. Isso tudo lança luz sobre as instâncias de decisão da Igreja Católica, do seu sistema de direção bem como de sua superestrutura teológica. Apresentaremos a seguir a avaliação de alguns analistas e estudiosos do conjunto social da Igreja Católica Romana diante da questão da diversidade sexual.


Palavras-chave


Igreja Católica; homossexualidade; crise

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v28n1p53-70

  

 

 

  

 

  

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional