Mandrágora

A Revista Mandrágora é uma publicação do Grupo de Estudos de Gênero e Religião Mandrágora/NETMAL - do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo, que desenvolve pesquisas interdisciplinares na área de Gênero e Religião, abordando temas como: Religião, Direitos Reprodutivos e Aborto; Estudos Feministas e Cristianismo; Gênero, Cultura e Religião; Direitos Reprodutivos; Religião e Ética; Religião e Homossexualidade; Ecofeminismo: Tendência e Debates; Gênero, Violência e Religião; História, Gênero e Religião; Gênero e Religião: um caleidoscópio de Reflexões; Gênero, Religião e Modernidade; O Imaginário Feminino da Divindade e Gênero, Religião e Masculinidades; Gênero, Religião e Políticas Públicas; Gênero, Fundamentalismo e Religião.

 BLOG MANDRÁGORA-NETMAL

Os artigos publicados nesta revista possuem o DOI (Document Object Identifier).


 

CHAMADA PARA O DOSSIÊ DO VOLUME 23 NÚMERO 2 –

 

 

 

2º. SEMESTRE DE 2017

   

GÊNERO, RELIGIÃO E LAICIDADES

   A atual conjuntura política e social brasileira está problematizada pela crescente tensão entre o ideal de laicidade e a assunção de crenças religiosas amplamente interpostas no âmbito das liberdades individuais, na gestão de políticas públicas, no processo legislativo e no campo educacional. Abordar tal temática mostra-se absolutamente relevante quando projetos políticos tidos como, potencialmente, conservadores surgem em diversos cenários internacionais. O desafio da análise não está colocado somente nos questionamentos sobre a pertinência da atuação do sujeito religioso no espaço público, mas investigar os possíveis embaraços para o pleno exercício das garantias laicas.

 

  Ora, a compreensão e investigação de tais fenômenos requisitam a perspectiva de gênero, tendo em vista que a definição da pauta para a atuação dos agentes religiosos na esfera pública está relacionada, sobretudo aos direitos reprodutivos, ao controle dos corpos, ao não reconhecimento dos variados arranjos familiares e aos obstáculos criados para a consolidação da agenda relacionada às sexualidades, motivos pelo quais essa proposta torna-se atual, imperativa, pujante e, sobretudo, necessária como pode ser observado nos múltiplos fóruns organizados para debater o assunto.

   Assim, além de aprofundar a compreensão sobre a democracia e a laicidade estatal, investigar o lugar da religião nas sociedades contemporâneas e refletir sobre os direitos e liberdades individuais, tal abordagem torna a produção acadêmica plausível e comprometida com as demandas sociais do tempo presente.

 

 

 

Por oportuno, convidamos pesquisadoras e pesquisadores a encaminharem artigos para este dossiê, coordenado pelo Prof. Dr. Emerson Roberto da Costa, tendo como prazo limite setembro de 2017.

      

CONVOCATORIA PARA EL DOSSIER. 2-2017

   

GÉNERO, RELIGIÓN Y LAICIDADES

  

 La actual coyuntura política y social brasileña está atravesada por una creciente tensión entre el ideal de laicidad y la ascensión de creencias religiosas ampliamente interpuestas en el ámbito de las libertades individuales, en la gestión de políticas públicas, en lo proceso legislativo y en el campo educacional. Abordar este tema es absolutamente relevante cuando proyectos políticos, considerados como potencialmente conservadores, surgen en diversos escenarios internacionales. El desafío del análisis no está solamente en el cuestionamiento sobre la pertinencia de la actuación del sujeto religioso en el espacio público, sino en investigar las posibles trabas al pleno ejercicio de las garantías laicas.

 

  Por otra parte, la comprensión y la investigación de estos fenómenos requieren una perspectiva de género, considerando que la pauta para la actuación de agentes religiosos en la esfera pública está relacionada, principalmente con derechos reproductivos, con control de los cuerpos, con el no reconocimiento de los diferentes acuerdos familiares y con obstáculos creados para consolidar la agenda relacionada a las sexualidades. Por tales motivos, esta propuesta es actual, imperativa, fuerte y sobre todo, necesaria, como puede ser observado en los varios foros organizados para debatir el asunto.

   Así, además de profundizar en la comprensión sobre la democracia y la laicidad estatal, investigar el lugar de la religión en las sociedades contemporáneas y reflexionar sobre los derechos y las libertades individuales, tal enfoque torna la producción académica plausible y comprometida con las demandas sociales del tiempo presente.

 

  Oportunamente invitamos a investigadoras y investigadores para enviar artículos para este dossier, coordinado por Prof. Dr. Emerson Roberto da Costa, hasta máximo el mes de septiembre de 2017.

      

CALL FOR PAPERS- DOSSIER 02-2017

 

  

GENDER, RELIGION AND SECULARISM

 

      The current Brazilian political and social context is problematized by the growing tension between the ideal of secularism and the assumption of widely held religious beliefs within individual freedoms, in the management of public policies, in the legislative process and in the educational field. Addressing this issue is absolutely relevant when political projects considered as potentially conservative appear in several international scenarios. The challenge of analysis is not only in the questions regarding the pertinence of the performance of the religious subject in the public space, but also in investigating the possible embarrassments for the full exercise of secular guarantees.

 

 

 

Now, the understanding and investigation of such phenomenons require a gender perspective, since the definition of the agenda for the religious agents performance in the public sphere is related mainly to reproductive rights, to the control of bodies, to the non-recognition of the varied family arrangements and to the obstacles created to consolidate the agenda related to sexualities, which is why this proposal becomes current, imperative, powerful and, above all, necessary as can be seen in the many forums organized to discuss the subject.

 

  Thus, in addition to deepening understanding of democracy and state secular, investigating the role of religion in contemporary societies and reflecting on individual rights and freedoms, such an approach makes academic production plausible and committed to the current time social demands.

  

 Incidentally, we invite researchers to submit articles to this dossier, coordinated by Prof. Dr. Emerson Roberto da Costa, whose deadline of September 2017.



  


Imagem para capa da revista

 

A partir de 2015 a revista Mandrágora passou a ter publicação semestral e convida pesquisadoras e pesquisadores em estudos feministas e religião a colaborarem com artigos e resenhas, recebidos em fluxo contínuo

Se ainda não possui cadastro, cadastre-se com o nome sob o qual deseja ver publicado o seu artigo ou resenha. Com o cadastro efetuado, clique em "iniciar nova submissão" e siga as instruções para submeter o seu artigo ou resenha. Lembre-se de verificar as normas em "diretrizes para autores/as".

Para a edição do primeiro semestre de 2017 serão recebidos artigos de temas diversos analisados sob uma perspectiva feminista da religião.

 

ISSN Impresso: 1517-0241

ISSN Eletrônico: 2176-0985

Notícias

 
Nenhuma notícia publicada.
 
Outras notícias...

v. 23, n. 1 (2017): Mandrágora

Sumário

Apresentação
Naira Pinheiro dos Santos
PDF
1-3

Artigos

Véronique Lecaros
PDF
5-31
Patricia Santos Machado
PDF
33-48
Tainah Biela Dias
PDF
49-70
Patrícia Garcia Costa
PDF
71-92
Reginaldo Bombini
PDF
93-112

Resenhas

Fernanda M. F. Coelho
PDF
113-123
Janaina de Fátima Zdebskyi
PDF
125-130