Autolesão na adolescência e a produção científica nacional: revisão integrativa da literatura

Loraine Seixas Ferreira, Gislaine Chaves, Leila Salomão de La Plata Cury Tardivo

Resumo


A autolesão é um comportamento com início geralmente na adolescência e tem como característica principal lesões provocadas no próprio corpo com o intuito de aliviar as angústias, reduzir emoções negativas e, até mesmo, como uma forma do adolescente comunicar seu sofrimento, quando este não pode ser expresso de outra forma. Embora possa gerar ferimentos graves, muitos autores compreendem o comportamento autolesivo como “não suicida” por não ter a intensão consciente de morte. O interesse pelo tema da autolesão na adolescência tem aumentado nos últimos anos e, dessa forma, o objetivo desse trabalho foi realizar uma revisão integrativa de artigos produzidos sobre esse tema, provenientes de pesquisas nacionais, no período de 2015 a 2020 nas bases de dados BVS, SCIELO, PEPSIC e Portal de Periódicos CAPES. Foram encontrados apenas 12 trabalhos, os quais compreenderam a autolesão como um fenômeno multifatorial e realizada como uma forma de aliviar angústias que não podem ser verbalizadas.


Palavras-chave


autolesão; conduta autolesiva; adolescência

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v29n2p43-53

Indexadores

         

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional