Urgência subjetiva na Psicanálise e Enfermagem: revisão integrativa

Letícia Rodrigues Barbosa, Jeferson Rodrigues, Maico Fernando Costa, Vitor Augusto Werner dos Reis

Resumo


Objetivo: descrever as características das produções científicas relativas a urgência subjetiva e identificar as produções científicas que relacionem urgência subjetiva, psicanálise e enfermagem. Método: Foi realizada uma revisão integrativa de literatura, nas bases de dados: LILACS, SCIELO, (MEDLINE) PUBMED, CINAHL PSYCINFO, PEPSIC, Web of Science, SCOPUS, BDENF e BVS. O recorte temporal foi de 2010 a 2020.  Foram incluídos artigos nos idiomas português, inglês e espanhol. Resultados: Foram selecionados 14 artigos. Constatou que a maioria das publicações foram na região sudeste, os profissionais que mais produziram sobre o tema foram psicólogos e com formação em psicanálise. Evidenciou- se que é ausente a produção e publicação sobre urgência subjetiva por enfermeiros independente de formação em psicanálise. A urgência subjetiva é um tema abordado no campo da Psicanálise sob os referenciais de Freud e Lacan. O estudo teve como categoria a Experiência do Sujeito, Reconhecimento e Intervenção da Urgência Subjetiva.  Conclusão: conclui-se que a urgência subjetiva na esfera da produção científica da enfermagem mostra-se ainda frágil, o que também pode refletir que no âmbito da atuação desse profissional a urgência subjetiva é ausente como referência clínica. 


Palavras-chave


Urgência subjetiva, Psicanálise, Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v29n2p69-80

Indexadores

         

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional