Psicologia da Saúde: abrangência e diversidade teórica

Railda Fernandes Alves, Monalisa Vasconcelos Ernesto, Renata Pimentel Silva, Fabiana Maria Souza, Ana Gabriella Barros Lima, Maria Carmo Eulálio

Resumo


Este trabalho objetivou conhecer os discursos da psicologia da saúde em periódicos nacionais. Na revisão teórica detectamos que a psicologia da saúde ora é configurada como uma disciplina específica, ampla que inclui a psicologia clínica como uma de suas intervenções; ora, a clínica é mais abrangente que a psicologia da saúde, sendo esta última uma intervenção da clínica. A pesquisa sistemática foi constituída por 26 artigos de periódicos de psicologia Qualis A e B. Os resultados demonstraram os dilemas dos profissionais ‘psi’ em relação à implantação dos serviços substitutivos e ao uso exacerbado de psicofármacos; a fragilidade da atuação do psicólogo em equipe interdisciplinar. As conclusões mostram que entre as abordagens utilizadas a predominância é da psicanálise. A existência de artigos atrelados à psicologia da saúde, embora os autores não explicitem tal pertinência. A delimitação da psicologia da saúde no cenário mundial é ampla e divergente.

This study focused on finding out what is being discoursed in the field of health psychology in Brazilian journals. Throughout the literature review we found that health psychology is sometimes configured as a broad, specific discipline, which includes clinical psychology as one of its interventions; and some other times, clinic is wider than health psychology, being the latter, an intervention of clinics. The systematic research consisted of 26 papers in psychology journals ranked Qualis A and B. The results reflected the dilemmas of the professionals towards the deployment of alternative mental healthcare services and the overuse of psychotropic drugs; the fragility of a psychologist working in interdisciplinary teams. The findings show that among the approaches used there is a prevalence of psychoanalysis; the existence of articles linked to health psychology – although the authors did not clearly define such relevance – and the definition of health psychology in the global scenario are also large and divergent.

Este trabajo tiene como objetivo conocer los discursos de la psicología de la salud en revistas científicas. En la revisión teórica vimos que la psicología de la salud a veces es configurada como una disciplina específica, amplia que incluye a la psicología clínica como una de sus intervenciones; a veces, la clínica es más ampliaque la psicología de la salud, siendo esta última una intervención de la clínica. La investigación empírica fue constituida por 26 artículos de revistas de psicología de alto impacto. Los resultados demostraron los dilemas de los profesionales ‘psi’ respecto a la implantación de los servicios sustitutivos y al uso exacerbado de psicofármacos, la inconsistencia de la actuación de los psicólogos en equipo interdisciplinario. Las conclusiones apuntaron el predominio del abordaje psicoanalítico. La existencia de artículos vinculados a la psicología de la salud, aunque los autores no expliciten tal pertenencia. La psicología de la salud en el escenario mundial es amplia y divergente.

 

 

 


Palavras-chave


PSICOLOGIA DA SAÚDE; PSICOLOGIA CLINICA DA SAÚDE; REVISÃO SISTEMÁTICA.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v19n1-2p1-10

Indexadores

         

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional