Violência contra idosos: análise da produção científica nacional no período de 2003 a 2010

Kelli Liziani Paz Sacol, Jana Gonçalves Zappe

Resumo


Os maus-tratos contra idosos aumentam vertiginosamente, provocando impacto na saúde física e psíquica dos longevos. Buscou-se investigar a produção científica nacional da área da saúde entre os anos de 2003 e 2010 sobre violência contra idosos. A análise de dados seguiu a metodologia proposta por Gil (1999), composta por quatro etapas: leitura exploratória, seletiva, analítica e interpretativa. Os resultados apontaram que as estatísticas de violência são pouco precisas, e os principais perpetradores dos maus-tratos são os familiares. Há necessidade de maior capacitação para os profissionais que atuam nas políticas públicas de atendimento ao idoso, visando identificação e tratamento. Enfatiza-se a necessidade de criação de programas de prevenção à violência contra idosos e destaca-se a necessidade de novas pesquisas sobre o tema, cabendo conscientizar a sociedade e os profissionais da área da saúde sobre a importância deste tema.


Palavras-chave


maus-tratos ao idoso;idoso; idoso fragilizado

Texto completo:

PDF () PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v19n1-2p39-50

Indexadores

         

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional