A percepção do sujeito que matou por amor

Luiz Ronaldo Oliveira, Cerita Bressan

Resumo


O presente estudo procura colaborar no entendimento sobre os crimes passionais, investigando as percepções de sujeitos que cometeram este tipo de crime. A violência contra a mulher interrompe milhares de vidas no Brasil e no mundo. O método de pesquisa utilizado é de caráter qualitativo, exploratório e descritivo, sendo entrevistados quatro apenados condenados por homicídio de motivação passional. Durante as entrevistas foi apresentada a lâmina nº 13 do Teste de Apercepção Temática (TAT), que serviu como estímulo para o sujeito falar sobre suas percepções acerca de sua história de vida. As entrevistas foram gravadas e transcritas com o consentimento do participante. Os dados foram agrupados em categorias temáticas para análise e interpretação. Os resultados apontaram que os principais motivos que caracterizam a percepção do sujeito sobre crime são: o controle sobre a mulher, problemas relacionados às famílias de origem, traição, autopercepção, culpa, medo do abandono e perspectivas para o futuro.


Palavras-chave


Crime Passional. Violência. Família. Psicologia jurídica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2176-1019/mud.v22n1p21-30

Indexadores

         

 

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional