A crise de sentido e o futuro das organizações

Arnoldo José de Hoyos Guevara, Vitória Catarina Dib

Resumo


Ao pensar sobre a crise de sentido e a fragmentação do conhecimento que caracterizaram o trabalho no mundo contemporâneo, devemos nos perguntar: se trabalhamos para viver, ou vivemos para trabalhar, por isto está emergindo um novo tipo de consciência expandida (econômico social - ambiental - espiritual) capaz de repensar o complexo mundo atual por meio de novas lideranças transformadoras.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v1n2p%20206%20-%20223

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.