Gestão estratégica do capital humano

João Eduardo Prudêncio Tinoco

Resumo


Este artigo objetiva contribuir com o estudo da gestão estratégica das pessoas. Considera que os recursos humanos que labutam nas organizações são ativos e que desempenham papel fundamental numa conjuntura em que as organizações operam em nível de competitividade global, ambiente de qualidade total e busca incessante pela liderança. Busca contribuir, também, para a melhoria da transparência das organizações. Entende que o acesso à informação de boa qualidade é um pré-requisito para o exercício da cidadania, vale dizer, condição essencial para que os problemas socioeconômicos sejam debatidos e resolvidos no convívio democrático entre os grupos sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v1n1p%2013%20-%2070


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.