Avaliação de desempenho de serviços de transporte público

Laura Tampieri

Resumo


Em anos recentes a avaliação do desempenho dos serviços do transporte público na cidade despertou um interesse crescente na Itália e no mundo. Não somente muitas companhias municipais dedicadas ao transporte de pessoas foram privatizadas, além disso, a área dos serviços de TPL (transporte público local) foi protagonista, nos últimos anos, de um trabalho profundo de transformação legal, organizacional e gerencial. Um exemplo de tal mudança é dado pela introdução do contrato de serviço que avalia o desempenho de um sistema mais ou menos articulado e, conseqüentemente, analisando os fatores que determinam a avaliação dos desempenhos. Essa evolução levou à aplicação de sistemas de avaliação do desempenho, nos quais é necessário a medida de importantes fatores de um ponto de vista organizacional, que assume importância preeminente. As avaliações não estão, entretanto, livres de contradições e conflitos, quando tentam comparar critérios, tais como a eficácia e a eficiência com outros, tais como confiabilidade e estratégia. No artigo os elementos serão introduzidos, considerando a avaliação dos desempenhos, e nele se discute as implicações teóricas que fazem a referência à experiência italiana, e no detalhe sobre a agência de transporte Romagnoli da Romagna, que colocaram interessantes ações nos últimos anos, de governança e de gerenciamento.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v2n3p%20199%20-%20219


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.