Estudo de caso exploratório sobre qualidade de vida no trabalho de funcionários públicos

Edilene de Oliveira Pereira Garcia

Resumo


Este artigo foi elaborado com base numa pesquisa exploratória e descritiva que, dentre outros objetivos, buscou verificar que percepções os funcionários públicos da Secretaria de Saúde do município de Barra Mansa possuem acerca de sua própria QVT (qualidade de vida no trabalho). Aqui serão relatados os resultados dessa pesquisa, obtidos por meio da aplicação do modelo de QVT de Walton (1973), que inspirou o questionário utilizado para coleta de dados. Foram coletados 205 questionários válidos e a análise estatística dos dados foi feita utilizando-se tabelas dinâmicas do Excel. A aplicação do modelo revelou que a QVT global dos sujeitos é de razoável a boa e que as variáveis com as quais estão mais e menos satisfeitos são, respectivamente, o não prejuízo à vida familiar causado pelo trabalho e a renda salarial. O estudo também revelou que, na função pública, o modelo de Walton não é capaz de detectar algumas dimensões da QVT.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v3n5p%209%20-%2031

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.