Um outro modo de construir políticas de comunicação e cultura

Luiz Roberto Alves

Resumo


Este estudo busca explicar como se processa a ação cultural de grupos e movimentos sociais em face de políticas público-estatais. Trata de compreender como são produzidas mediações populares capazes de tornar comuns - comunicar - projetos de agências governamentais centralizadoras e revertê-los aos movimentos sociais. Com vistas a construir um campo de sentidos favorável às lutas por terra, teto, conhecimento, emprego e transparência nas coisas da polis, este trabalho busca revelar e demonstrar um processo de representação simbólica em que a cultura e a comunicação se constroem como centralidade a serviço de bens públicos de infra-estrutura social. Ainda que precário e provisório ( como a vida insegura que se oferece à grande maioria da população do planeta), o processamento cultural-comunicacional da ação política constitui mínimos consensos políticos e faz ver certa estética nos discursos e práticas. Essa estetização da política constrói ritos com vistas a alguma perenidade do empreendimento político. Outra conseqüência é que as próprias políticas de cultura e comunicação podem ser construídas, pela primeira vez a partir do chão da realidade popular. Neste estudo, uma nova gramática cultural é buscada no trabalho de milhares de pessoas e centenas de instituições que se têm empenhado na criação e no desenvolvimento, junto ao Ministério das Cidades do Brasil, do chamado Conselho Nacional de Cidades, órgão assessor do governo central que resultou de reuniões, colóquios, estudos e assembléias realizados em todo o Brasil nos anos de 2003 e 2005. O autor deste trabalho foi observador-participante das conferências, eleito para representar um segmento e apoiar os trabalhos de sistematização de propostas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v3n5p%2069%20-%2089

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.