Inteligência estratégica antecipativa e coletiva para tomada de decisão

Raquel Janissek-Muniz, Humbert Lesca, Henrique Freitas

Resumo


Este artigo propõe a implantação de um sistema de monitoramento organizacional pelo uso de método específico para coleta, seleção e interpretação de informações relativas ao estado e à evolução do ambiente da empresa. Do francês "Veille Anticipative Stratégique - Intelligence Collective" e do inglês "Environmental Scanning", a Inteligência Estratégica Antecipativa e Coletiva (IEAc) busca prover representações pertinentes do ambiente organizacional. A IEAc visa a apoiar o processo decisório organizacional, identificando ameaças ou oportunidades de negócios, buscando adaptarse de forma rápida. O conceito IEAc está sendo gradativamente considerado, contudo ainda é grande o desafio das organizações em termos de sua prática. Neste artigo, discutem-se as principais idéias do conceito de IEAc (mode-lo, visoões conceitual, metodológica e processual), propiciando reflexão sobre a importância e a utilidade de tal abordagem sobre dados aparentemente sem serventia ou mesmo sem significado, quando vistos ou analisados isoladamente, mas potencialmente úteis, se observados coletivamente. A visão que se pode ter em relação a certo tema, ator ou situação pode alterar expressivamente se tivermos uma 'sistemática' de coleta e interpretação coletiva de dados potencialmente úteis ao tomador de decisão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v2n4p%2092%20-%20118

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.