Opções estratégicas e implicações organizacionais da Tecnologia da Informação: Automatização e Informatização

André Ofenhejm Mascarenhas, Felipe Zambaldi

Resumo


Há décadas a tecnologia vem sendo considerada uma alternativa para o aumento da produtividade, entre muitos outros benefícios aos negócios. Com base no trabalho clássico de Zuboff, neste ensaio são discutidas duas lógicas de implantação da tecnologia no contexto intra-organizacional. A automatização diz respeito às tradicionais decisões de substituição do trabalho humano que viabilizam o aumento da continuidade, da eficiência e do controle dos processos, diminuindo custos. A informatização, por sua vez, permite ir alem dos objetivos da automatização por aumentar a compreensibilidade do sistema de forma a viabilizar a construção de um ambiente de aprendizagem. Entretanto, a compreensão da informatização exige a promoção de amplas discussões que explorem as implicações deste processo à organização. Este ensaio teórico busca criar um quadro de referência interdisciplinar para a compreensão e implantação de tecnologia nas empresas, relacionando cada lógica de implantação de TI às suas implicações organizacionais. Sugere-se a relevância de se conduzir este debate às decisões de TI, muitas das quais visam somente às expectativas de curto prazo e ao retorno financeiro imediato. Argumenta-se que a automatização se alinha a uma gestão mecânico-burocrática, ao passo que a informatização demanda a inovação em direção a formas de organização mais flexíveis. No entanto, reconhecer tal argumento esbarra em prioridades de análise e investimento tradicionalmente conflitantes com a lógica da informatização.

Palavras-chave


automatização; informatização; inovação; organizações em aprendizagem; tecnologia de informação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v5n10p17-29


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.