Análise do Desempenho de Fundos de Investimentos: Um Estudo em Ações Brasileiras no Período de Janeiro de 2004 a Agosto de 2009

Michelli Coll Casaccia, Oscar Claudino Galli, Guilherme Ribeiro de Macêdo, Carla Leitao

Resumo


O objetivo do trabalho é analisar a superioridade do desempenho dos fundos de investimento com gestão ativa em relação ao seu benchmark. Para tanto, foram analisados os desempenhos históricos ajustados ao risco, assim como as habilidades de seletividade e market timing dos gestores. Os testes foram feitos com 106 fundos de investimento em ações caracterizados como Ibovespa Ativo e o ativo livre de risco utilizado foi o Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Foram utilizados os índices de Sharpe, Treynor e Jensen, e os modelos de Treynor-Mazuy e Henriksson-Merton. Como resultado, observou-se que os índices de Sharpe e Treynor demonstraram superioridade de cerca de metade dos fundos analisados. No entanto, o índice de Jensen e os modelos de Treynor-Mazuy e Henriksson-Merton não apresentaram resultados significativos que pudessem evidenciar as habilidades de seletividade e market timing dos gestores.

Palavras-chave


Fundos de Investimento; Desempenho; Seletividade; Market Timing

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v7n13p1-30

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.