Análise da variação do desempenho de empresas brasileiras

Carol Thiago Costa, Frederico Pessanha Gomes

Resumo


Este trabalho analisa a influência dos ciclos econômicos no desempenho das firmas. Dados sobre uma amostra representativa de firmas de capital aberto, atuantes em 18 setores da economia, foram coletados por um período de vinte e três anos (1986-2008). Os resultados encontrados corroboram os estudos anteriores ao atribuírem maior importância aos fatores associados às características da firma, mesmo considerando um período de análise com maior número de anos e, por conseguinte, com a contribuição de um elevado numero de variáveis macroeconômicas, tais como crises e diferentes planos econômicos. Porém, foi possível confirmar que intervalos de tempo maiores de análise tendem a reduzir o efeito da firma, e que as contribuições do efeito ano em particular apesar de corroborarem os resultados obtidos nos estudos anteriores, em termos absolutos, relativamente apresentam uma grande variação. O mesmo fenômeno é observado quando se verifica a interação entre ano e ramo de negócios, implicando que diferentes ramos são afetados de maneira desigual pelas variáveis macroeconômicas em períodos de tempo mais longos.

Palavras-chave


Estratégia; Empresas brasileiras; Desempenho; Ciclos econômicos; Decomposição da variância

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v7n13p85-105


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.