Uma Conversa entre Porter e VBR: Framework do Valor da Transação da Vantagem Competitiva

Nobuiuki Costa Ito, Fernando Antonio Prado Gimenez

Resumo


O objetivo do artigo é propor um framework do valor da transação para explicação da vantagem competitiva, resultante de uma conversa multidisciplinar entre Porter e VBR. A conversa tem três participantes: (1) a Economia, com o modelo da competição perfeita, a Organização Industrial, a Nova Economia Institucional, A Teoria do Crescimento da Firma de Penrose, a Teoria Evolucionária da Mudança Econômica e a Teoria do Desenvolvimento Econômico de Schumpeter; (2) a Estratégia, com Porter e a VBR; e (3) o Marketing, com três conceitos da Teoria Funcionalista do Marketing de Wroe Alderson. A Economia permite identificar e descrever os impasses e intersecções entre as visões estratégicas. O ponto comum entre os estrategistas localiza-se na Teoria dos Custos de Transação, alterando o foco dos custos para o valor dessas transações. A partir desse ponto em comum, o Marketing se apresenta como ponte na ligação entre os estrategistas, iluminando a vantagem competitiva como um sistema interdependente de criação de valor, que possibilita compatibilização de diversos recursos e atividades, entre diversas unidades sociais, como um mecanismo de governança da transvecção.

Palavras-chave


Estratégia; Economia; Marketing; Valor da Transação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v7n14p29-56


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.