Varejo Online e Varejo Físico: o Caso Nicoboco

Rafael Bezerra Silva de Freitas Gomes, Patricia Andrade Macaferri da Fonseca, Amanda Magalhães Liza, Julia Francisca Stella Costacurta, Dayanna Baptiston Semolini, Adriana Beatriz Madeira, Luciano Augusto Toledo

Resumo


O objetivo do estudo foi identificar as diferenças e semelhanças do composto de marketing no segmento de varejo, conhecido também como composto varejista. O olhar recai sobre os negócios com lojas físicas e virtuais, explorando as estratégias genéricas, vantagem competitiva, mercado alvo e posicionamento. Optou-se pela pesquisa exploratória qualitativa, por meio do método de estudo de caso. A partir da análise das fontes de evidência, identificou-se que a empresa adota estratégias distintas no composto de varejo. Por esse motivo, pode haver benefícios na loja tradicional, para aqueles clientes que preferem uma experiência tátil com o produto e, no âmbito virtual, para os consumidores que não têm acesso à loja física. Portanto, compreendeu-se que as empresas que vendem produtos em lojas físicas e on-line acabam tendo uma vantagem competitiva perante aquelas que atuam em apenas uma delas, por poderem atingir um público maior.

Palavras-chave


varejo; composto de marketing de varejo; loja física; loja virtual; estratégias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v9n18p295-324

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.