Financial ratios applied to portfolio selection: Electre III methodology in buy-and-hold strategy

Antonieta Lima, Vasco Soares

Resumo


O objetivo deste artigo explorar e analisar os modelos multicritrio, em especial a aplicação da metodologia ELECTRE III, a fim de construir carteiras defensivas, em uma estratgia de buy-and-hold, em que todos os critrios e alternativas são igualmente ponderados, utilizando-se indicadores financeiros (ROA, ROE, FA, GL e RL). Assim sendo, n¨®s primeiro selecionamos ações negociadas no PSI-Geral, de 1999 a 2011, e depois definimos um período inicial / histórico, no qual oito carteiras foram estabelecidas (uma para cada período), e um período de follow-up, considerando um, dois e de três anos de espera. Realizamos análises estatísticas, particularmente testes paramétricos (t-Student) e não paramétricos (Mann-Whitney e Kruskal-Wallis), subdivididos em duas análises: uma de amostra única de 2005-2011; e outra de duas amostras, de 2005 a 2007 e de 2008-2011. Os resultados dos testes estatísticos, para uma amostra e para duas amostras, levam-nos a concluir, de modo geral, que, em todo período de follow-up, não podemos inferir que uma forma de cálculo da rentabilidade média e do índice de Sharpe da carteira seja estatisticamente melhor que a outra, embora o teste de Mann-Whitney tenha diferenciado certas médias.


Palavras-chave


Financial ratios; Portuguese index; portfolio management; ELECTRE III

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v9n17p281-319

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.