Fatores Condicionantes da Competitividade do Cluster de Rochas Ornamentais

Maria Laura Ferranty MacLennan, Bárbara Ilze Semensato, Fabio Lotti Oliva, Martinho Isnard Ribeiro de Almeida

Resumo


O objetivo do artigo é identificar os fatores do macro e micro ambiente determinantes da competitividade do cluster de rochas ornamentais do Espírito Santo. Para tal análise utilizou-se o framework de analise ambiental proposto por Almeida (1997). A metodologia qualitativa alicerça a análise dos dados que busca identificar as peculiaridades ambientais do setor que condicionam sua competitividade no mercado externo. Como resultado, o estudo identifica que os fatores do macroambiente particulares do setor e as características do microambiente que são determinantes para a competitividade do cluster no mercado internacional. Estes são: a promoção de feiras internacionais, organização de informações setoriais, promoção de fóruns de discussões, marca Brasil Original Stones e compartilhamento de informações de crédito de clientes internacionais.


Palavras-chave


cluster, competitividade, rochas ornamentais, análise ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v10n19p103-129


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.