Governança e suas implicações na promoção da cooperação em APLs: evidências em Sergipe

Aline de Aragão Zambrana, Rivanda Meira Teixeira

Resumo


O estudo teve os propósitos de analisar o papel da cooperação na consolidação das governanças dos Arranjos Produtivos Locais (APL) de Cerâmica Vermelha do Baixo São Francisco e do Sul Sergipano, e identificar os avanços alcançados. A estratégia de pesquisa foi a de estudo de casos múltiplos e os dois arranjos foram analisados. Foram realizadas dezesseis entrevistas semi-estruturadas com os agentes institucionais e econômicos dos APLs. Com base nos casos estudados, observou-se que as ações de cooperação mais diversificadas entre os agentes econômicos e entre estes e os agentes institucionais têm induzido as empresas na consolidação da governança do APL de Cerâmica Vermelha do Baixo São Francisco. Ao mesmo tempo, a governança do arranjo tem contribuído, até certo ponto, na manutenção de relações cooperativas entre os agentes, implicando que uma reforça a outra.


Palavras-chave


Arranjos Produtivos Locais; Cooperação; Governança; Avanços percebidos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v12n23p1-41

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.