Interpretações sobre sustentabilidade nas organizações do setor elétrico brasileiro

Fabricio Quadros Borges, João Paulo Borges de Loureiro

Resumo


A necessidade de atendimento das demandas e o enfrentamento das questões socioambientais em bases competitivas representam grandes desafios ao setor elétrico brasileiro. Entretanto, as organizações componentes deste segmento revelam um distanciamento entre seu discurso em relação à sustentabilidade e suas ações práticas. O objetivo desta investigação é analisar as interpretações que estas organizações atribuem ao termo sustentabilidade. A metodologia baseou-se em um levantamento documental de maneira a observar o entendimento da sustentabilidade e suas dimensões por meio de relatórios anuais de registros das ações e resultados elaborados pelas organizações de supervisão e regulação do setor elétrico brasileiro. O estudo constatou que a quase totalidade das organizações pesquisadas possui uma interpretação parcial das dimensões que compõem a sustentabilidade, de modo a identificar, inclusive, que a dimensão ambiental é aquela com maior dificuldade de entendimento por parte destas organizações.


Palavras-chave


Sustentabilidade. Organizações. Setor elétrico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v10n19p307-329


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.