Ceará, Estado de Graça: Raízes Socioculturais Históricas Que Antecedem o Campo Organizacional Do Humor

Bruno Chaves Correia-Lima, Augusto Cézar de Aquino Cabral, Rodrigo Bandeira-de-Mello, Maria Naiula Monteiro Pessoa, Sandra Maria dos Santos

Resumo


Este trabalho objetiva investigar fatos históricos que motivaram a associação do humor com a identidade cultural do estado do Ceará e influenciaram a formação de um campo organizacional. Pesquisa qualitativa, bibliográfica e de campo, com a realização de cinco entrevistas com pesquisadores do humor, precursores do campo e representantes organizacionais. Os resultados apresentaram evidências do humor na identidade cultural cearense a partir de uma realidade social construída no decorrer do tempo e reforçada pela transmissão de histórias e estórias entre gerações e por registros literários, desde o século XVIII. A formação do campo organizacional do humor no Ceará na década de 1980 foi favorecida pelo comportamento de valorização ao humor que já era historicamente cultivado e legitimado no seio da sociedade cearense. O estudo corrobora a recorrente afirmação dos teóricos institucionais de que elementos históricos contribuem sobremaneira à compreensão da formação de um campo organizacional.


Palavras-chave


Humor no Ceará; Raízes históricas; Campo organizacional; Identidade Cultural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n21p367-399


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.