Barreiras Inerentes a Transferência de Conhecimento: Um Estudo sob a Perspectiva de Franqueados do Segmento de Escolas de Idiomas -

Davi Lucas Arruda de Araújo, Silvio Popadiuk

Resumo


Com este estudo teve-se o objetivo de mensurar a intensidade das barreiras relativas à transferência do conhecimento envolvendo o franqueador e o franqueado, focando-se no processo de vendas, sob a perspectiva do franqueado. Os aspectos teóricos englobam o processo, os tipos e as etapas da transferência de conhecimento, o modelo de comunicação e as barreiras inerentes a esse processo. A metodologia é quantitativa e o tipo de pesquisa é exploratório e descritivo. Para essa investigação foi utilizada uma versão adaptada do questionário desenvolvido por Szulanski (1996), aplicado para uma amostra de 79 escolas franqueadas de idiomas. Para análise dos dados foi utilizada a técnica de analise fatorial com o objetivo de identificar os fatores para cada dimensão e o teste de Wilcoxon para comparar amostras relacionadas oriundas do mesmo informante. Os resultados indicaram que ao comparar as médias entre as quatro dimensões identificaram-se várias diferenças entre elas principalmente nos fatores e indicadores das dimensões da fonte emissora e do contexto do conhecimento. 


Palavras-chave


Barreiras; Transferência de Conhecimento; Processo de Vendas; Franquias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n21p241-278


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.