Estruturas de Governança em Arranjos e Sistemas Produtivos Locais: o caso do Projeto Reca

Gelciomar Simão Justen, Mariluce Paes de Souza, Theophilo Alves de Souza Filho, Diego Cristovão de Souza Paes

Resumo


Por envolverem objetivos a serem alcançados e até mesmo interesses, as organizações necessitam de mecanismos de coordenação e controle, surgindo assim a governança, que tem suas estruturas moldadas a partir da intensidade com que os agentes se relacionam. Diante disso, o objetivo central deste trabalho é configurar a estrutura de governança do Projeto Reca, a partir das formas de articulação entre os agentes no Distrito de Nova Califórnia-RO. Para atender ao objetivo proposto desenvolveu-se pesquisa de caráter qualitativo e descritivo, com pesquisa de campo e realização de entrevistas com membros do Projeto Reca, que também conta com aporte de material bibliográfico. Os resultados apresentam a trajetória e a história do Projeto Reca, passando de um grupo para associação até ser criada a cooperativa, sua matriz organizacional e a estrutura de governança que coordena suas atividades. Diante dos dados analisados, pode-se identificar que a estrutura de governança do Reca é híbrida com presença de mecanismos formais e informais, o que possibilita o desenvolvimento do seu capital social inserido em um território, com relações sociais que envolvem interação, cooperação e confiança entre os agentes preocupados com o desenvolvimento local.

Palavras-chave


Sistemas produtivos locais; Estruturas de governança; Projeto Reca

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n21p101-126


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.