Isomorfismo normativo versus isomorfismo mandatório na adoção de práticas organizacionais

Isabelle Mazalotti Nejm Felix, Edson Ronaldo Guarido Filho, Sandro Aparecido Gonçalves

Resumo


O objetivo deste artigo é analisar a influência da estrutura normativa das profissões, principal fundamento do isomorfismo normativo, no processo de adoção de uma prática acadêmico-pedagógica por diferentes unidades organizacionais em face de pressões isomórficas mandatórias da Reitoria da Universidade Alfa no período de 2000 a 2010. Adotou-se como fundamento teórico o institucionalismo organizacional, com base nos conceitos de isomorfismo e lógica institucional. Utilizou-se o estudo de caso retrospectivo como estratégia de pesquisa, tomando como base entrevistas e material documental. Resultados evidenciaram que a pressão para a coesão sistêmica das organizações conflita com a coesão dos sistemas nos campos organizacionais onde se inserem: o isomorfismo normativo mostrou-se negativamente associado ao isomorfismo mandatório.


Palavras-chave


isomorfismo normativo; isomorfismo mandatório; profissões; práticas organizacionais; lógica institucional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n22p383-419


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.