Mulheres e Valores do Trabalho: Estudo em uma Multinacional

Rebeca Almeida Brandão, Sofia Batista Ferraz, Tereza Cristina Batista de Lima

Resumo


Nos últimos anos, as mulheres somaram significativas conquistas, apesar de sofrerem desigualdades de gênero no mercado de trabalho. Como integram um grupo significativo dentro das organizações, em uma força de trabalho cada vez mais variada, surge o desafio de uma gestão da diversidade eficaz, que contribua para o desenvolvimento dos recursos humanos nas organizações. Torna-se pertinente o estudo dos valores por auxiliar na compreensão de motivações e comportamentos dos trabalhadores, além de influenciar na tomada de decisão do gestor. O estudo objetivou analisar a hierarquia de valores do trabalho das mulheres para fornecer informações mais concretas sobre suas motivações laborais. Para tanto, contou-se com a participação de 50 colaboradoras de multinacional com unidades em Fortaleza, que responderam à Escala Revisada de Valores Relativos ao Trabalho (EVT-R). Os resultados indicaram que as participantes priorizam valores referentes à Estabilidade e Realização Profissional, e, em menor grau, às Relações Sociais e Prestígio. Observou-se, também, relação entre variáveis sociodemográficas com os valores, e diferenças significativas na priorização de valores entre o grupo de mulheres que moram com os pais e de mulheres que exercem funções gerenciais. 


Palavras-chave


Values; Labor; Gender.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n22p487-514


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.