A retenção de talentos não remunerados: um modelo de gestão dos voluntários que atuam no Terceiro Setor Brasileiro

Nilcéia Cristina dos Santos, Dalila Alves Correia, Valéria Rueda Elias Spers, Graziela Oste Graziano Cremonezi, Dagmar Silva Pinto de Castro, Yeda Cirera Oswaldo

Resumo


Este estudo buscou entender o processo de gestão de pessoas e sua aplicação nas organizações sociais na gestão de voluntários (captação, atração e retenção). O objetivo geral de pesquisa é propor um modelo de gestão de pessoas voltado para a gestão de voluntários que atuam no terceiro setor. Verificou-se que não há um modelo de gestão de recursos humanos totalmente voltados para as necessidades das organizações do terceiro setor. O modelo DRCICARE proposto pode ajudar a construir e fortalecer um programa de voluntariado. Este estudo é importante para a área de gestão social no que tange à gestão de voluntários

Palavras-chave


Retenção de talentos. Gestão de Voluntários. Terceiro Setor.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v11n22p47-80

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.