Gestão de Pessoas no Terceiro Setor: Motivações dos Voluntários da Fundação Cidade Viva

Ismenia Guedes Duarte, Carlos Eduardo Cavalcante, Ricardo Ribeiro Rocha Marques

Resumo


O Terceiro Setor nos últimos anos revelou-se como uma temática de estudo muito rica em descobertas e contribuições para a sociedade. Composto essencialmente por trabalhadores voluntários, este campo vai de encontro a muitas premissas estabelecidas pelo pensamento capitalista e instrumental vigente na grande maioria dos países. Levando em considerações suas particularidades este estudo visa identificar os motivos pelos quais pessoas permanecem no trabalho voluntário na Cidade Fundação Viva, em João Pessoa / PB. A amostra é composta de voluntários atuando há pelo menos um ano e alcançou 122 questionários, por acessibilidade, em um universo aproximado de 350 voluntários. O modelo teórico utilizado, proposto por ______ (2012), explica as motivações de manter-se na tarefa voluntária em cinco perfis, variando de altruísmo a egoísmo. Os dados foram tratados por média, desvio padrão e coeficiente de variação. Com base nos resultados, os motivos altruístas e de aprendizado apresentaram maiores médias, o que mostra que as razões para continuar a trabalhar como voluntários na Cidade Fundação Viva estão relacionadas com a busca de conhecimento e auto sacrifício.


Palavras-chave


Trabalho Voluntário; Motivação do Trabalhador Voluntário; Razões para Permanecer

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Lei n. 9.608, de 18 de fevereiro de 1998. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 18 fev. 1998. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2013.

BUTCHER, J. Mexican solidarity: findings from a national study. Voluntas: International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 21, n. 2, p. 137-161, 2010.

______. Motivação no Trabalho Voluntário: expectativas e motivos na Pastoral da Criança. 202 f. Tese (Doutorado em Administração) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012. Disponível em: . Acesso em: 7 dez. 2013.

BUTCHER, J.; SOUZA, W. J. de; MOL, A. L. R. O que eu espero do trabalho voluntário? Proposição de um modelo teórico. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM GESTÃO SOCIAL, 8., 27-30 abr. 2014, Cachoeira/BA. Anais...

CLARY, E. G.; SNYDER, M.; RIDGE, R. Volunteers’ motivations. Nonprofit Management and Leadership, v. 2, n. 4, Summer 1992.

CNAAN, R. A.; AMROFELL, L. M. Mapping volunteer activity. Nonprofit and Voluntary Sector Quarterly, v. 23, n. 4, p. 335-351, 1994.

CNAAN, R. A.; HANDY, F.; WADSWORTH, M. Defining who is a volunteer: Conceptual and empirical considerations. Nonprofit and Voluntary Sector Quarterly, v. 25, n. 3, p. 364-383, 1996.

DAUDÉN, L. O voo solidário. Revista IstoÉ, 23 jan. 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2013.

DOLNICAR, S.; RANDLE, M. What motivates which volunteers? Psychographic heterogeneity among volunteers in Australia. Voluntas – International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, v. 18, n. 2, p. 135-155, 2007.

GARNER, J. T.; GARNER, L. T. Volunteering an opinion: Organizational voice and volunteer retention in nonprofit organizations. Nonprofit and Voluntary Sector Quarterly, 2010.

HAKINSON, P.; ROCHESTER, C. The Face and Voice of Volunteering: A Suitable Case for Branding? International Journal of Nonprofit & Voluntary Sector Marketing, v. 10, n. 2, p. 93-105, 2005.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. As Fundações Privadas e Associações sem fins lucrativos no Brasil. 20. ed. Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: . Acesso em: 6 jan. 2013.

MACHADO, A. C. M. Relações interorganizacionais em organizações de Terceiro Setor: reflexões teóricas. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa (RECADM), v. 6, n. 1, 2007. Disponível em: . Acesso em: 7 jan. 2013.

ONU – Organização das Nações Unidas. Handbook on Non-Profit Institutions in the System of National Accounts. New York: United Nations, 2003.

PAUL, M. A. “Born to Be Good?” USA Weekend, July 23—2 5, 1999.

PEROLD, H.; TAPIA, M. N. Servicio Cívico y Voluntariado en Latinoamérica y el Caribe. Service Enquiry/Servicio Cívico y Voluntariado Volumen 2. Buenos Aires: Centro Latinoamericano de Aprendizaje y Servicio Solidario; Johannesburg: Volunteer and Service Enquiry Southern Africa; St. Louis: Washington University, The Center for Social Development; Washington DC: Innovations in Civic Participation, 2007.

SALAMON, L.; ANHEIER, H. In search of Non Profit Sector II: The problem of classification Working Papers of the John Hopkins Comparative Non Profit Sector Project n 3. Baltimore: The John Hopkins Institute for Policies Studies, 1992. Disponível em: . Acesso em: 6 nov. 2013.

SALAMON, L. A emergência do Terceiro Setor – uma revolução associativa global. Revista de Administração, São Paulo, v. 33, n. 1, p. 5-11, jan./mar. 1998.

______. Partners in public service: Government-nonprofit relations in the modern welfare state. Baltimore, MD: Johns Hopkins University Press, 1995.

SALVATORE, V. A racionalidade do Terceiro Setor. In: VOLTOLINI, R. (Org.). Terceiro setor: planejamento e gestão. 2. ed. São Paulo: Senac, 2004. p. 17-34.

SILVA, J. O. Novo Voluntariado Social: motivações. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA, 12., 2005, 31 maio a 3 de junho 2005, Belo Horizonte. Anais... Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Sociologia, 2005.

SOARES, E. A. R. Entidades beneficentes de assistência social educacionais: uma investigação sobre a medição de desempenho organizacional. 131 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis – Universidade de Brasília/UFPB/UFPE/UFRN, Recife, 2006. Disponível em: . Acesso em: 6 jan. 2013.

SOUZA, L. M.; LAUTERT, L.; HILLESHEIN, E F. Trabalho voluntário, características demográficas, socioeconômicas e autopercepção da saúde de idosos de Porto Alegre. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 44 n. 3, p. 561-569, 2010. Disponível em: . Acesso em: 28 dez. 2012.

TOWNSEND, M.; EBDEN, M. I like to think when I’m gone I will have left this a better place. 2008.

VROOM, V. H. Work and motivation. San Francisco, CA: Jossey-Bass, 1964.




DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v13n25p99-120

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.