A Responsabilidade Ambiental como Vantagem Competitiva em uma Oficina de Reparação de Veículos

Edilaine Lovatto Donato, Viviana Beatriz Huespe Aquino Vieira, Jerry Adriani Johann, Geysler Rogis Flor Bertolini

Resumo


Este estudo teve por objetivo verificar a viabilidade econômica da adoção de medidas ambientalmente corretas em uma oficina de reparação de veículos localizada na região oeste do Paraná. Caracterizou-se como pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem mista (qualitativa e quantitativa), com perspectiva temporal seccional transversal e foi embasada em pesquisas bibliográficas e normas ambientais aplicáveis ao ramo de oficinas de reparação. A ferramenta utilizada para o cálculo da viabilidade do projeto ambiental foi uma adaptação do Modelo de análise de investimentos para fabricação de produtos ecologicamente corretos, de Bertolini, Rojo e Lezana (2012). A primeira fase do estudo apontou que a maioria dos pesquisados valoriza a responsabilidade ambiental empresarial e estariam dispostos a pagar um valor a mais pelos serviços. A segunda fase diagnosticou quais as readequações necessárias para que o estabelecimento estudado se enquadrasse às exigências ambientais e a terceira fase verificou que havia viabilidade financeira para que a empresa estudada realizasse as readequações necessárias para atender às exigências ambientais. Assim, o estudo concluiu que a adoção de estratégias ambientais por parte da empresa estudada pode efetivamente ser um fator de diferenciação e contribuir para a competitividade da empresa em relação às demais, considerando que tanto clientes, quanto os potenciais clientes valorizam estas ações.


Palavras-chave


Oficina de reparação de veículos; Gestão de Resíduos; Competitividade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v12n24p131-163


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.