A Percepção de Marcas de Luxo em uma Era de “Populismo” de Réplicas: um Estudo a Partir da Ancoragem de Preços

Jefferson Rodrigues Pereira, Caissa Veloso e Sousa, Eliane Bragança de Matos

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo investigar o conhecimento das marcas de luxo e suas réplicas a partir da heurística cognitiva de ancoragem com base em preços.  Foram escolhidas 14 marcas de luxo, em que os respondentes da pesquisa atribuíram valor ao produto original e a sua réplica, em duas etapas diferentes. Um total de 134 pessoas, escolhidas pelos critérios de acessibilidade e de conveniência, respondeu a um questionário on line. A primeira etapa da análise dos resultados mostrou, por meio do levantamento de dados extremos, que um significativo percentual de respondentes não conhecia as marcas. A segunda parte da análise mostrou que a ancoragem baseada nos preços das marcas originais funcionou de forma mais realista do que a situação contrária. Com base nestas análises foram feitas sugestões de modificação das estratégias de comunicação e direcionamento das marcas de luxo de maneira a fortalecê-las e a facilitar o combate a pirataria e as falsificações.


Palavras-chave


Marcas de Luxo; Réplicas; Heurística da Ancoragem; Estratégia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v13n26p259-290

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.