Medalha de ouro! Estudo sobre motivação no trabalho voluntário eventual nos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

Helio Araújo Pereira, Carlos Eduardo Cavalcante

Resumo


Este artigo tem por objetivo identificar os fatores motivacionais dos voluntários eventuais envolvidos com eventos esportivos no Brasil. A parte empírica do artigo tem como lócus os jogos olímpicos realizados no Rio de Janeiro no ano de 2016. Os dados empíricos foram coletados a partir do modelo teórico de Bang e Chelladurai (2009), que começaram o desenvolvimento dessa base teórica nos jogos olímpicos, em Atenas, em 2004. Foi utilizado o método quantitativo de pesquisa, envolvendo a aplicação de 400 questionários junto aos voluntários envolvidos nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. A pesquisa evidenciou, na seguinte ordem, que os maiores fatores motivacionais voltados ao esporte no Brasil estão relacionados às variáveis: expressão de valores, amor ao esporte e contatos interpessoais. Observou-se ainda, que a variável motivacional, extrínseco, foimenos relevante para os voluntários. 


Palavras-chave


Motivação no trabalho voluntário

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v14n28p177-206


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.