Validade e Confiabilidade de Estudos de Casos Qualitativos em Gestão Publicados em Periódicos Nacionais

Jose Marcio Castro, Sergio Fernando Loureiro Rezende

Resumo


Em que pesem as críticas relativas à validade e confiabilidade, o estudo de caso qualitativo tem se tornado cada vez mais popular no campo da gestão. Nesse sentido, pesquisadores têm procurado adaptar ações de validade e confiabilidade para assegurar maior rigor ao estudo de caso qualitativo. A despeito desses esforços, pouco se sabe se as menções explícitas às ações de validade e confiabilidade estão associadas à classificação do periódico onde o artigo foi publicado. Considerando-se essa lacuna, o objetivo desse artigo é o de analisar se menção às ações de validade e confiabilidade em artigos científicos nacionais baseados em estudos de casos qualitativos estão associadas à classificação do periódico onde o artigo foi publicado. Nós construímos uma base de dados composta por 206 artigos publicados em periódicos nacionais mais referenciados e menos bem referenciados e, em seguida, efetuamos uma análise baseada em regressão logística. Os resultados indicam que as menções explícitas de ações de validade de construto e validade interna estão positivamente associadas com a classificação do periódico onde o artigo foi publicado, enquanto que o mesmo não se observa em relação às menções de ações de validade externa e confiabilidade.


Palavras-chave


Validade e confiabilidade. Estudo de caso qualitativo. Classificação de periódico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v14n28p29-52

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.