"Contando os Plaquê de 100": o Significado da Ostentação Para Além do Funk

Luis Fernando Moreira da Silva, Natacha Secco Santos, Marcio Pascoal Cassandre

Resumo


A palavra ostentação tem sido usada em diversos meios de comunicação. Esse termo ganhou força com o surgimento do funk ostentação, portador de letras que remetem ao consumo. Esse termo e suas variáveis, como: ostensível, ostentar e ostensivo têm no senso diversos significados, como sucesso, posse de bens materiais, evidenciar o que se tem. Este artigo, a partir de análises bibliográficas e bibliométricas, tem o objetivo de lançar luz ao tema, buscando sua construção ao longo do tempo em diversas áreas do conhecimento, afim de produzir um entendimento mais amplo do que essa palavra representa. Para tanto, os resultados das pesquisas sugerem que existem aspectos profundos no ato de comprar, sendo o desejo, as modos, e a vontade de possuir bens e objetos que causem boa impressão ou statussão alguns desses fatores. A ostentação está aglutinada ao querer, e com ela a necessidade de mostrar, portanto, não basta possuir, é preciso que a posse seja ostensível.


Palavras-chave


Ostentação. Relações de poder. Consumo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v15n30p211-231

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA - Faculdade de Administração e Economia - FAE - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.