Sustentabilidade no Ambiente de Startups: Revisão Sistemática de Publicações Internacionais

Renata Mendes de Oliveira, Ilse Maria Beuren

Resumo


Este estudo analisa as abordagens das pesquisas publicadas em periódicos internacionais sobre sustentabilidade no ambiente de startups. Uma revisão sistemática foi realizada nos artigos sobre a temática publicados nos últimos vinte anos (1999-2018), disponíveis na base de dados da Scopus. Além de identificar o período com maior número de publicações, os periódicos que se sobressaíram e a autoria dos artigos, analisaram-se aspectos metodológicos das pesquisas e o objetivo de cada artigo. Os resultados revelaram que as publicações sobre a temática se tornaram mais frequentes em anos recentes, apenas dois periódicos se destacaram, e não se observou formação de redes de autores. Nos aspectos metodológicos, predominaram pesquisas desenvolvidas por meio de estudos de casos e levantamentos, com coleta de dados a partir de entrevistas, documentos e questionários. Os objetivos declarados nos artigos apontam predominância da abordagem econômica da sustentabilidade, em detrimento das abordagens social e ambiental, que juntas formam o Triple Bottom Line. Não foi observado um eixo quanto ao que é objetivado pelos artigos, o que inibe inferências quanto às tendências de pesquisas sobre sustentabilidade em startups. No entanto, isso representa uma importante contribuição, aponta uma lacuna de pesquisa relativa aos aspectos sustentáveis de startups.

Palavras-chave


Sustentabilidade; Triple Bottom Line; Startups

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v17n33p225-249

Revista Organizações em Contexto (ROC) - Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação - Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

ISSN Versão Eletrônica 1982-8756

ISSN Versão Impressa 1809-1040 (2005-2008)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.