Comentários do leitor

9 Chaves Que Lhe Ajudarão A Enfrentar O Medo Do Palco

por biel martins (28-08-2018)


9 Chaves Que Lhe Ajudarão A Enfrentar O Medo Do Palco 10 chaves que lhe ajudarão a enfrentar o medo do palco No post anterior, estivemos analisando o medo do palco, do ponto de vista biológico. E como vos prometemos, neste post, vamos partilhar com você aquelas técnicas e estratégias que, de acordo com diferentes autores, são as mais eficazes para lidar com o medo de falar em público : ANTES DE COMEÇAR... 1. Chega com o tempo e ao lugar da conferência dietas milagrosas quitoplan exposição: Isto irá ajudá-lo a evitar os nervos e a familiarização com o ambiente. Se há cenário banquinho trata de subir para ver como você vê as coisas a partir daí. Explorar o ambiente, previamente, lhe ajudará a incluir um logotipo da sua situação. 2. Cumprimenta as pessoas conforme vão entrando. Como vimos no post anterior, o seu cérebro pode entrar em modo de alerta, se de repente você se encontra em frente de um numeroso grupo de homo sapiens que te olha fixamente e cujos rostos não sabe. Cumprimentar pessoas previamente e até mesmo estabelecer uma pequena conversa com eles ajudar-te-á a estabelecer maior ligação com os assistentes e o seu cérebro terá a sensação de que os conhece. 3. Não memorizar todo o conteúdo. Você deve ter clara qual é a estrutura de sua exposição, conferência, mas não deve memorizar todo o conteúdo de maneira literal, porque você corre o risco de ficar em branco. Apréndete bem as ideias principais e pratica como desenvolvê-las ―pode ajudá-lo com alguma imagem, assim você vai conseguir ter um fio condutor que irá ajudá-lo a seguir a ordem das idéias e será mais complicado do que você fique totalmente em branco. 4. Beba água antes de começar. Isto não só irá ajudá-lo a manter suas cordas vocais hidratadas, o que sempre é uma vantagem; além disso, também envia para o seu cérebro a idéia de que não há risco. Acha que o ambiente natural dos animais não param para beber água tranquilamente quando detectam um possível perigo. Se colocar conscientemente, neste ato, seu cérebro tenderá a pensar de acordo com suas ações. 5. Respire fundo. O medo afeta todos os seus processos fisiológicos, entre eles o respiratório. Se, intencionalmente, reduzindo o ritmo de sua respiração ―alargando um pouco a exalação―, pratica uma respiração diafragma ligeiramente intercostal ―abrindo sua caixa torácica por parte baixa, fazendo com que se separem seus reforços―, você vai ter um melhor estado de concentração e sintonia. 6. Realiza algum exercício físico, alongamento. O fato de realizar um exercício de intensidade moderada, cerca de alongamentos, também podem nos ajudar a soltar a tensão corporal, o que nos ajuda a sentir o nosso corpo mais calmo, e diminui os sintomas físicos do stress elevado e o nervosismo. QUANDO VOCÊ INICIOU... 7. Admite abertamente que você está com medo você está nervoso: se você fizer isso é mais fácil do que a audiência empatice contigo, porque te ver como um ser humano normal e corrente. Além disso, se restarás pressão e envia-os para o seu cérebro a mensagem de que aceita esse estado de nervosismo, o que, paradoxalmente, fará com que os seus nervos se reduzam ―para mais informações sobre este tema pode visitar a entrada da intenção paradoxal em que o medo e a ansiedade―. 8. Fala devagar e com gestos suaves. Especialmente durante o primeiro minuto. Esse momento costuma ser o pior em relação a sentimentos. Se você falar devagar conseguirá que se entenda melhor e possível agitação de seu organismo vai acabar sintonizando com a velocidade de sua voz e com os movimentos suaves do seu corpo, ajudando-o a se recompor. 9. Busca das caras mais simpáticos. Seu cérebro tenderá a concentrar a atenção nas caras de tédio, raiva. Isso acontece porque nossa amígdala é ativado com intensidade quando percebe já que é um detector de ameaças. Tente encontrar os rostos que se transmitam mais simpatia e tranquilidade e estabelece contato visual com estes ouvintes. Você pode olhar por alguns segundos, os olhos de uma pessoa do público, depois passeia seu olhar por toda a audiência e volte a fixar o olhar em outra pessoa. Assim, seu público vai se sentir envolvida. Faça-o com naturalidade e transparência. 10. Fala de coisas que realmente conheçam e se apaixonem. Muitas vezes sentimos medo de que entre a multidão que nos ouve haja algum especialista na matéria que você pode saber muito mais do que nós. Isso não será um problema se você falar de algo que você realmente goste e associando o conteúdo que você vai comentar com as suas experiências pessoais. Ninguém sabe melhor do que tu mudanças que tem ocorrido em sua vida o fato de ter descoberto aquilo que você está tentando transmitir a sua audiência! Em seguida deixamos-lhe um vídeo que resume alguns desses conselhos práticos: Esperamos que estas dicas vos sejam úteis para enfrentar o medo do palco cumpri-os em prática e nos têm um agregado familiar. Se está interessado em trabalhar esse medo de forma específica, você tem que conhecer nosso sistema amar é ... querer sempre comprar xtrasize Um curso que não pode perder. Não se preocupe e vá em frente! 19 junho 2017 Antonio Silva Leal Co-fundador de Antonio Pérez é Técnico Superior em Atividades Físicas e Animação Desportiva, diplomado em Magistério e licenciatura em Ciências da Atividade Física e o Esporte, com mestrado em Neurofelicidad Aplicada. Exerce como professor e é um apaixonado pela educação. Além disso, é escritor e apreciador de divulgação científica. 0 responses on "10 chaves que lhe ajudarão a enfrentar o medo do palco" Deixe uma Mensagem 2 − um = A neurogénesis é a produção de novas células no sistema nervoso central. Entre elas e... Desde que comecei a treinar com o Speed-Memory na memória rápida,sempre me acompanhou... 1. O Xadrez aumentar o seu quociente intelectual como A gente inteligente tem predisposição ao...