A persuasão como “Psicagogia” sob o prisma de Górgias de Leontino

Maurício Alves Bezerra Junior

Resumo


Existe uma ambivalência quando o tema são os Sofistas. A primeira visão é a que foi estabelecida por Platão, que fora depreciativa dos Sofistas, uma vez que o ateniense os coloca como algozes de Sócrates, o filósofo por excelência. Essa visão foi imperante durante quase toda a história da filosofia. Entretanto, desde Hegel, há estudiosos que procuram novo olhar sobre os Sofistas. Diante disto, é interesse deste artigo lançar esse segundo olhar sobre os Sofistas, utilizando como base um dos maiores expoentes, Górgias. Mostraremos que os sofistas tinham uma teoria do conhecimento prática e antropológica, utilizando a Persuasão para fazer uma psicagogia que conduzia os interlocutores. Mostraremos também, utilizando a obra de Platão, quais caminhos uma retórica deve traçar para lograr êxito, de acordo com Górgias.


Palavras-chave


Górgias de Leontino; Persuasão; Psicagogia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v9n2p5-17

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.