A Figura do Demiurgo no Timeu de Platão

Camila Souza Lima

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo fazer uma exposição da figura do demiurgo em Platão, especialmente através do diálogo Timeu. O demiurgo constitui papel central de atuação no processo de fabricação do cosmos, trata-se de uma inteligência ordenadora da matéria disforme em um mundo de ordem e beleza. Delimitamos a interpretação da narrativa levando exclusivamente em consideração aqueles intérpretes da leitura não-literal do texto. Também levamos em consideração, através de simplificada explicação, a base ontológica e epistemológica em que Platão alicerçou a função demiúrgica. E então, fazemos a exposição das características e elementos do demiurgo em si, como causa do mundo e sua atuação, e também a importância dada ao aspecto do demiurgo enquanto inteligência. Compreendemos que Platão valeu-se de uma metáfora artesanal, miticamente simbolizada pelo deus-artesão, para a explicação da atuação de uma inteligência (noûs) ordenadora do cosmos. 



Palavras-chave


Palavras-chave: Platão. Timeu. Demiurgo. Deus-artesão. Cosmos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v9n2p35-57

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.