Humores e Temperamentos: considerações sobre a teoria hipocrática

Cleiton Lopes Rodrigues

Resumo


A teoria hipocrática dos quatro humores, presente na obra Da Natureza do Homem, constitui o corpo humano a partir de quatro fluidos: sangue, fleuma, bile amarela e bile negra. De acordo com o tratado, a saúde seria mantida por um equilíbrio entre esses quatro humores. Alguns intérpretes afirmam que esses humores influenciam os temperamentos, concluindo assim, que determinadas representações mentais correspondem a elementos físicos. O presente artigo visa percorrer um trajeto histórico-filosófico das interpretações em torno da teoria humoral hipocrática, de modo a compreender como se deu o seu desenvolvimento para uma teoria temperamental.

Palavras-chave


humores; temperamentos; Hipócrates; Galeno.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v9n2p109-120

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.