Seremos sempre humanos?

Jairo Dias Carvalho

Resumo


O objetivo do artigo é explicitar o significado de devir na filosofia de Deleuze e Guattari para tentar fornecer um quadro conceitual que permita pensar o sentido do conceito de humanidade. A análise se focará no que os autores chamam de devir animal enquanto processo de metamorfose recíproca entre homem e animal.

Palavras-chave


Deleuze, Guattari, Metamorfose, Devir animal, Inumanidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v6n2p65-82

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.