Jeshúa Ben Josef, as origens do cristianismo

Omar Moisés Rossainz

Resumo


Minha intenção é situar ao cristianismo entre as religiões de seu tempo indicando como os variados aspectos da ideologia cristã se compreendem muito melhor se os considera como herdeiros não só do Antigo Testamento,senão de múltiplos aspectos da religiosidad das gentes do Mediterráneo oriental nessa época tão rica e complexa.

Os dois principais objetivos da presente investigação são: primeiro, indicar brevemente o lugar que corresponde a Jeshúa Ben Josef entre as diversas correntes do judaísmo de seu tempo; e segundo, valorizar o impacto que seus ensinos,vida e morte produziram no cristianismo.

O conteúdo do Novo Testamento só se entende a profundidade se o considera dentro da ideologia e tradições do sincretismo religioso do Helenismo tardio. Esta afirmação é evidente para quem estude a religiosidad do século Ide nossa era, e como tal tese é hoje uma conquista da ciência histórica e f . Não pode ser dito que o Novo Testamento seja uma mera cópia de ideias religiosas anteriores sem a menor originalidade nem peculiaridade.

O cristianismo é uma construção ideológica potente que tem sabido formar um conjunto que aproveitou o que considerava melhor da melhor religiosidad e misticismo de sua época.


Palavras-chave


cristianismo, filología, Jeshúa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15603/2175-7747/pf.v6n2p29-36

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.