Valorizando a riqueza literária das histórias na educação infantil

Branca Monteiro Camargo, Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão sobre a importância de conhecer o valor dos textos literários para a formação de professores da educação infantil. Baseia-se nas contribuições de autores que discutem a relevância da literatura infantil e da interação social para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças. A partir de análises das práticas pedagógicas realizadas por duas professoras, que contavam semanalmente histórias para os seus alunos de 4 e 5 anos, destaca-se que contar histórias não é algo tão natural ou espontâneo como pode parecer a primeira vista, mas resultado de uma formação que valorize o texto literário. Quando a preocupação tem como foco transmitir regras de comportamento e boas maneiras, bem como explicar significados e avaliar o conhecimento dos alunos, o texto literário não é explorado e a atividade passa apenas a ocupar um espaço da rotina, sem um aprofundamento que leve à construção de novos sentidos, novos símbolos. Faz-se necessário repensar a formação de professores de modo que a rotina de contar histórias na Educação Infantil possa efetivamente cumprir com seu papel de levar as crianças a um mundo simbólico, imaginativo, criativo e reflexivo. 


Palavras-chave


Literatura, Educação Infantil, Formação de Professores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v20n2p27-43

Programa da Pós Graduação em Educação

 

    __________________________________________________________________________________________