RPG: jogando o jogo com ações de insubordinação criativa

Claudio Salvado, Rita Meirelles, Gabriela Felix Briao

Resumo


O estudo da Teoria das Probabilidades é colocado pela ótica da ludicidade, a partir dos jogos de Role Playing Games (RPG). Uma prática docente é narrada na qual procurou-se estruturar o conhecimento da probabilidade e o descobrimento pelos alunos de como se comporta o espaço amostral. Para alcançar o objetivo de evidenciar na narrativa do professor (que considera sua prática com jogos insubordinada criativa) de manifestações de ações de insubordinação criativa, incluindo as auto-insubordinações criativas, utilizamos os aportes teóricos do ensino de probabilidade, do ensino a partir de jogos e da insubordinação criativa. Como resultados foram encontrados indícios de subversão responsável que alargam as categorias consideradas na literatura, tais como a visibilidade profissional, além de uma reflexão sobre códigos de vestimenta profissional. Esta pesquisa procura contribuir para a continuidade das discussões sobre a docência (e suas insubordinações criativas) em pesquisas em Educação Matemática.


Palavras-chave


Educação Matemática; Probabilidade; Gamificação; RPG; Ludicidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v28n3p121-134

Programa da Pós Graduação em Educação

 

    __________________________________________________________________________________________