Ruas sem memória: a fenomenologia da grande cidade em Siegfried Kracauer e Walter Benjamin

Miguel Vedda

Resumo


 O artigo investiga as afinidades que apresentam os legados na grande cidade desenvolvidas por ambos os autores mencionados: nós pensamos, em primeiro lugar, sobre as análises desenvolvidas por Kracauer em você Dê der de Ornamento Masse (O ornamento da massa), Morra Angestelten (Os empregados) e Straßen em Berlim und anderswo (Ruas em Berlim e em outros lugares), e para Benjamim em berlinense Chronik (Crônica de Berlim), berlinense Kindheit um 1900 (Infância em Berlim sobre 1900) e os textos uniram com o projeto de Dá Passagen-Werk (O trabalho das passagens). Para série de conceitos e você legado introduzido por ambos os pensadores, como esses de dispersão (Zerstreuung), porosidade (Porösität), penetração (Durchdringung), embriaguez (Berauschung), permite a develope a fenomenologia vasta da cidade a cena da alienação e a utopia. Há instruído a relevância histórica e a importância presente destes conceitos, enquanto mostrando aos mesmos fraudes a presença, em Kracauer e Benjamim, de para visão dos lugares urbanos que excedem a caracterização fenomenológica das cidades grandes.

Palavras-chave


fenomenología; ciudad; alienación; porosidad – dispersión; penetración

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2236-9767/impulso.v23n57p79-86

ISSN Eletrônico: 2236-9767