Compreendendo o Significado de Cuidados Paliativos para a Enfermagem

Ivanete Aparecida da Silva Dantas, Lisabelle Mariano Rossato, Maria Cristina Pauli Rocha

Resumo


Essa pesquisa objetivou compreender o significado que as enfermeiras de unidade de terapia intensiva atribuem aos cuidados paliativos. Foram entrevistadas cinco enfermeiras de um hospital de grande porte do interior de São Paulo. O referencial metodológico adotado foi a Teoria Fundamentada nos Dados, pautada no referencial teórico do Interacionismo Simbólico. O processo analítico, conduzido até a codificação axial, permitiu caracterizar o significado que a enfermeira atribui aos cuidados paliativos e foi estruturado em três categorias: Preparando o paciente para morte; Percebendo o familiar vulnerável e Sendo difícil assistir o paciente em cuidado paliativo. Os resultados trazem evidências de que há uma dificuldade no processo de comunicação entre enfermeiro-paciente na fase da terminalidade, pois a maioria dos pacientes estão intubados o que na visão da enfermeira impossibilita o processo de comunicação.


Palavras-chave


Palavras Chave: Cuidados paliativos; Enfermagem; omunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v12n32p21-31

ISSN Eletrônico: 2238-1244