Aceitação de preparação mais saudável por comensais de Unidades de Alimentação e Nutrição

Fernanda Salvador Alves

Resumo


O comportamento alimentar envolve fatores relacionados à escolha do tipo, quantidade e forma de preparo dos alimentos ingeridos, sendo sua alteração uma atividade complexa. Como as Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN) podem ser instrumentos para essa mudança, o objetivo deste estudo foi analisar se as características (sexo e tipo de atividade laboral) do público atendido influenciam na aceitação de preparações mais saudáveis numa UAN. Esta foi uma pesquisa quali-quantitativa, de multicasos aplicada, descritiva e exploratória. Foi realizado em duas UANs de Criciúma (SC), escolhidas intencionalmente por atender públicos diferenciados. Após aplicação de questionário para determinar as preparações mais aceitas, elaborou-se uma versão mais saudável de lasanha de carne. Calculou-se a composição centesimal e do custo alimentar das preparações original e modificada, comprovando que se elaborou uma preparação baseada na preferência dos clientes, mais saudável e mantendo seu baixo custo. Porém, a hipótese inicial deste trabalho, de que o sexo e a atividade laboral influenciariam na aceitação de preparações mais saudáveis, não foi comprovada, pois a aceitabilidade da preparação foi elevada pelos dois públicos, sem diferenças significativas.


Palavras-chave


Comportamento Alimentar; Serviços de Alimentação; Produção de Alimentos; Refeições

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v16n44p25-36

ISSN Eletrônico: 2238-1244