Higiene dos serviços de alimentação no Brasil: uma revisão sistemática

Joice Trindade Silveira, Carla Cristina Bauermann Brasil, Jassana Moreira Floriano, Marcelo Valle Garcia

Resumo


Objetivo: Avaliar a produção científica relacionada às condições de higiene dos serviços de alimentação no Brasil desde a promulgação da RDC nº. 216/2004. Métodos: Revisão sistemática da literatura, a partir de bases de dados eletrônicas (Medline, Lilacs, Scielo) e em periódicos nacionais não indexados, publicados entre setembro de 2004 a outubro de 2013. Resultados: Foram incluídos 35 artigos, que avaliaram 1.326 estabelecimentos. Houve crescimento no número de publicações no período compreendido entre 2005-2011, com concentração nas regiões Sudeste e Sul do Brasil e em restaurantes do tipo comercial. A média de conformidades foi de 55,54% e os menores índices de adequação foram observados nas categorias relacionadas a responsabilidades e documentação e registro. Serviços de alimentação com supervisão frequente apresentaram melhores resultados, exceto na alimentação escolar. Até 2009, houve um crescimento na adequação dos serviços de alimentação após a criação da RDC nº 216/2004. Conclusão: Há necessidade de melhorias nos serviços de alimentação do país. Sugere-se uma ampliação do número de pesquisas com abordagens que, além do diagnóstico, avaliem o impacto de intervenções nos estabelecimentos, a fim de contribuir com a qualidade dos serviços de alimentação. 


Palavras-chave


legislação sanitária, manipulação de alimentos, doenças transmitidas por alimentos, qualidade dos alimentos, normas de qualidade de alimentos, controle e fiscalização de alimentos e bebidas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v16n42p57-69

ISSN Eletrônico: 2238-1244