Efeito microbicida do leite humano para Escherichia coli

Adriana de Melo Fernandes, Aline do Carmo França-Botelho

Resumo


O leite materno é o melhor alimento para os bebês, provendo nutrição, proteção imunológica e aumentando o laço afetivo entre a mãe e o bebê. O trabalho propôs avaliar a capacidade bactericida do leite materno para Escherichia coli. Poucos estudos avaliaram aspectos relativos ao armazenamento do leite em refrigerador e congelador, considerando a possível interferência na capacidade microbicida, por isso este estudo tornou-se relevante. O leite materno foi coletado de doadoras com idade entre 18 e 35, foram coletadas amostras de cerca de 12 mL de lactantes em amamentação exclusiva. As amostras foram centrifugadas por 10 minutos para separação da camada lipídica. Constatou-se que as médias de morte de bactérias foram de 80,3% para leite refrigerado sem gordura, 70% para leite congelado sem gordura e 67,3% tanto para leite refrigerado e congelado com gordura.  Os resultados indicaram que, mesmo armazenado na geladeira, o leite é capaz de matar bactérias, reforçando a importância da prática do aleitamento materno como meio de redução de infecções em lactentes.


Palavras-chave


LEITE MATERNO; ESCHERICHIA COLI; EFEITO MICROBICIDA

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v17n45p11-17

ISSN Eletrônico: 2238-1244