Atuação da equipe de enfermagem no atendimento pré-hospitalar a vítimas de queimaduras

Leticia Ferreira Oliveira, Celma Cristina De Freitas, Adelmo Martins Rodrigues

Resumo


Este estudo propõe descrever a atuação dos profissionais de enfermagem da unidade de pronto atendimento e do serviço de atendimento móvel acerca da assistência a vítimas de queimaduras em uma cidade do interior do Goiás. Foi realizado um estudo de campo qualiquantitativos com abordagens descritivas em 30 profissionais da enfermagem. O questionário aplicado abarca sete questões acerca do protocolo do Ministério da saúde sobre o tratamento de emergências das queimaduras, cada pergunta contém três assertivas, assim, uma escala de 0 à 3 pontos quantificou o percentual de acertos referente ao protocolo. No questionário não existia resposta incorreta, todas as assertivas eram verdadeiras e o participante tinha a possibilidade de marcar nenhuma, uma, duas ou as três assertivas de acordo com seus conhecimentos sobre os protocolos. Sobre o protocolo de tratamento imediato, os participantes apresentaram 61% de conhecimento sobre o protocolo; Cuidados na sala de emergência 49%; Avaliação na sala de emergência 58%; Gravidade da queimadura 50%; Superfície corpórea queimada 50%; curativos e tratamentos de feridas 50% e Infecção na área queimada 57%. Em suma, os profissionais apresentaram conhecimento mediano referente ao protocolo. Visto que, para o atendimento ao paciente vítima de queimadura, necessita-se de uma melhor compreensão acerca do assunto.


Palavras-chave


Unidades de queimados; Cuidados de enfermagem; Serviço hospitalar de emergência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v22e2203

ISSN Eletrônico: 2238-1244