Protocolos clínicos de reabilitação pulmonar em pacientes com DPOC

Ednei Costa Maia, Alcimar Nunes Pinheiro, Surama do Carmo Souza da Silva, Francisco Sérgio Barreto Filho, Francisco Navarro, Mario Norberto Sevilio de Oliveira Junior

Resumo


A limitação ao exercício com desenvolvimento precoce de dispnéia e fadiga é comum entre os pacientes com DPOC e o agravamento da doença acaba por interferir em vários aspectos da vida do paciente, tais como nas atividades profissionais, familiares, sociais e da vida diária. A presente revisão teve como objetivo comparar os protocolos utilizados por programas nacionais de reabilitação pulmonar e confrontá-los às recomendações do II Consenso Brasileiro Sobre Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - DPOC – 2004. Realizou-se uma revisão sistemática nas bases de dados virtuais LILACS, MEDLINE, SciELO, PubMed, Google Acadêmico, PAHO, Biblioteca Cochrane e IBECS, utilizando-se os descritores “Reabilitação”, “Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica” e sua sinonímia “DPOC”, sem restrição de datas ou períodos para os resultados. Os estudos deveriam envolver pacientes com DPOC submetidos em qualquer momento da pesquisa a um programa de reabilitação pulmonar. Dessa forma, 12 trabalhos se mostraram adequados, perfazendo-se um total de 416 sujeitos envolvidos. A composição da equipe interdisciplinar, instrumentos de avaliação e a metodologia empregada nas intervenções tiveram ampla variação entre os programas de reabilitação analisados. É importante que os protocolos de reabilitação sejam orientados por diretrizes específicas, objetivando-se maior uniformidade de ações e o fomento a comparação de resultados entre os programas nacionais de reabilitação pulmonar de pacientes com DPOC.


Palavras-chave


Protocolos clínicos; Reabilitação; Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.15600/2238-1244/sr.v12n32p55-67

ISSN Eletrônico: 2238-1244